segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Dois Avançados com Escola

A jogada é a do primeiro golo do Sporting frente ao Braga, ontem, e a razão pela qual a trago a lume prende-se com o desenho da mesma. Após o golo, os comentadores enalteceram a jogada e a assistência de Grimi, assim como a finalização de Saleiro. Esqueceram-se, porque é assim que vêem futebol, da principal causa do golo, daquilo que, de facto, teve maiores responsabilidades na construção da oportunidade de golo. A execução do remate de Saleiro e a execução do passe de Grimi não são coisas extraordinárias e têm pouco a ver com as razões pelas quais o Sporting chegou ao golo. A principal causa do desfecho da jogada é o movimento, sem bola, dos dois atacantes leoninos, sobretudo o movimento de Postiga, por ter sido aquele que soltou Saleiro.



Este lance é especialmente útil para várias coisas. Em primeiro lugar, para demonstrar como, sem tocar na bola, alguém pode ser o principal responsável por um golo. O movimento de Postiga é óptimo, trocando posicionalmente com Saleiro na altura exacta, ou seja, quando Grimi conduzia a bola e ia ter de decidir para quem enviá-la. Ao movimentar-se como se movimentou, arrastou o central que tinha mais perto de si e abriu um espaço entre esse central e o lateral que o movimento de Saleiro acabou por aproveitar. Sem o movimento de Postiga, nunca este golo tinha sido possibilitado. Em segundo lugar, para demonstrar como a referência do homem pode ser nociva para quem defende, mesmo que em zonas próximas da área. Ter-se preocupado com Postiga fez com que André Leone se movimentasse para cima do seu colega de sector, Moisés, abrindo um espaço entre si e Evaldo que foi aproveitado por outro jogador do Sporting. Se Leone estivesse preocupado com as referências certas, com a posição da bola, com a posição dos colegas e com a baliza, deveria ter permanecido na sua posição, mantendo a linha de quatro e o espaço interior protegido, e nunca Saleiro gozaria do espaço que gozou. Assim, a par do movimento de Postiga, o erro de Leone pesou na obtenção do golo do Sporting. Em terceiro lugar, para relembrar a importância da inteligência e da "escola" num jogador de futebol. Um lance aparentemente inofensivo é transformado, com um só passe, numa ocasião de golo. Isto só foi possível por causa da movimentação de Postiga e Saleiro, algo que se aprende na formação e que constitui uma movimentação canónica em lances de 3 para 2. Jamais o Sporting obteria este golo sendo um dos dois avançados alguém sem escola, alguém que jamais corresponderia à diagonal de Saleiro com uma diagonal no sentido inverso, alguém que não compreende que pode soltar um colega meramente através da sua movimentação. É por causa deste tipo de lances e das possibilidades que se abrem à equipa tendo este tipo de jogadores no ataque em detrimento de jogadores que não possibilitam este tipo de coisas que é com este tipo de jogadores e não com o outro tipo que o Sporting é mais equipa.

23 comentários:

Petinga disse...

Tem piada, mas pensei exactamente o mesmo quando vi o lance.

Concordo que com Liedson (porque sei que era a esse jogador que o texto se referia...) o lance poderia ter terminado de outra forma...

Tambem queria referir que, em minha opiniao, o Saleiro tem tudo para ser um dos melhores avancados portugueses dos proximos 10 anos. Ja em relacao ao Postiga, fica-me a impressao de ser um jogador que toma poucas boas decisoes com a bola nos pes. Inteligente na movimentacao e no jogo colectivo, mas frequentemente mal a decidir qdo esta de frente para a baliza.

Por ultimo, continuo sem perceber porque e que o Sporting de Carvalhal opta tao poucas vezes por remates de meia-distancia. Teras alguma explicacao?

Ja as situacoes de circulacao de bola funcionaram muito melhor ontem do que nos ultimos 3 anos de Paulo Bento. Mas parece-me que isso so sucedeu depois de o Braga esticar o seu modelo em busca de golos (o do empate e, depois, o da vitoria). O que sera necessario para o Sporting conseguir manter a posse mesmo contra uma equipa que pressiona tanto como o Braga?

Por ultimo, o jogo directo que tanto se criticava nos tempos do Bento, ontem foi a arma perfeita para combater os sectores todos juntos do Braga, nao achas?

Cumprimentos e Bom Ano

Rui Lança disse...

Pensei isso mal vi o lance, a forma como Postiga abriu e 'levou' os 2 homens. Talvez por quem tenha jogado ter esses feelings quando vê.

Mas não deixa de ser irónico...Saleiro de moeda de troca, marca o golo da sua equipa contra a outra que supostamente o rejeitou.

Coisas da vida!

http://coachdocoach.blogspot.com/

PB disse...

Nuno, tens razao. o Postiga é o grande responsavel pelo golo (isto do lado do Sporting). Mas tb sabes bem, q o principal nabo é o defesa q sai da linha para ir atrás do Postiga ne? Esta bola jamais entraria na defesa do FCP, do Benfica...bem...e supostamente na do Braga (quem foi o gajo que foi atras do Postiga? Se calhar alguem q n foi treinado no ano passado pelo Jesus? N sei, tou a especular)...

Marco Morais disse...

Apesar da boa movimentação do Postiga ter originado o espaço para Saleiro facturar, ali só vejo uma estupidez do defesa do Braga que ficando na sua zona evitaria o golo.

Tem mérito o movimento, tanto como a tal azelhice do defesa.

Parabéns pelo blog e um Bom Ano com muitas boas crónicas. =)

PB disse...

N tinha lido o post todo.

Tu proprio referes o q eu tinha dito. Afinal foi o LEone, n sabia quem tinha sido o nabo q abriu a auto estrada...

BAD-RELIGION disse...

Lá venho eu como advogado do diabo, imaginem que o Postiga faz a mesma desmarcação, mas que o Grimi não passa a bola, ou erra o passe, ou que o Saleiro não tem aquela boa recepção e a frieza na finalização... Acho que que o golo vale pelos 3 elementos, não só pela desmarcação, o que não faltam no futebol são desmarcações que depois os colegas não aproveitam da melhor maneira o espaço vazio que surgiu da mesma...

Yazalde disse...

Se o futebol não fosse futebol e se fosse outro desporto onde não houvesse golos, tipo jogadas por pontos e afins, sem dúvida que o Postiga seria um grande ponta de lança.
Até me daria gozo pagar as quotas e a game box só para ver esse prodígio do futebol sem bola.
Ferguson, deixa o internacional brasileiro com nome de super herói em paz e mete os olhos neste desaproveitado do futebol mundial.
O scolari é que a sabia toda...

PAT disse...

Mas está tudo parvo? O Hélder Postiga preparava-se para, unica e exclusivamente, se entregar ao fora-de-jogo, uma vez mais. Aqui a questão nem é do passe, nem da recepção, nem do toquezinho para a direita nem do remate para o meio da baliza, desequilibrado.

A questão é a burrice, sublinhada, do central do Braga. Aliás, da defesa toda.

Nós vemos dois jogadores a meio metro de distância e em linha a deixarem escapar o Saleiro, e quem lá estava, volta para dentro a acompanhar o Postiga. Mas não é só para dentro (mantendo a linha), mas sim para dentro e para trás, aumentando a largura e verticalidade do ataque do sporting, permitindo os seus avançados estarem em jogo dois metros à frente dos outros defesas.

Se o Leone tem parado em linha, num lance que se via rápido, e tem segurado ali a defesa, o Postiga ficava fora-de-jogo e o Saleiro ficava ao lado dele.

O golo só existiu porque ele se foi juntar aos colegas, e ainda por cima junta-se mal, deixando uma parte do campo totalmente vazia, e que era onde ele devia estar.

Parecia um defesa central da escola primária, a correr atrás do jogador, sem saber onde estava. Um simples compasso de espera e tinha recebido o passe do Grimi calmamente e tinha saído a jogar.

É por coisas destas que o Braga não vai vencer o campeonato, porque boa atitude e boa vontade não fazem um campeão na hora em que for realmente preciso demonstrar que se merece.

Nuno disse...

Petinga diz:"em relacao ao Postiga, fica-me a impressao de ser um jogador que toma poucas boas decisoes com a bola nos pes. Inteligente na movimentacao e no jogo colectivo, mas frequentemente mal a decidir qdo esta de frente para a baliza."

Não concordo. No Domingo, no último terço do terreno, sempre que o Sporting procurou os avançados para tabelar, a equipa conseguiu fazer coisas interessantes. Posso relembrar o lance em que o Postiga tabelou, com o calcanhar, com o Moutinho, por exemplo. Não sei ao que te referes quando dizes que decide mal quando está de frente para a baliza, até porque não são assim tantas as vezes que está virado para a baliza.

"Por ultimo, continuo sem perceber porque e que o Sporting de Carvalhal opta tao poucas vezes por remates de meia-distancia. Teras alguma explicacao?"

Petinga, acho que, mais importante que isso, é o facto de o Sporting quase não ter situações em que pode rematar de meia-distância. O golo do Veloso ontem foi quase uma excepção e tem muito a ver com os processos ofensivos da equipa, que raramente procura o meio para progredir.

Bad-Religion diz: "o Postiga faz a mesma desmarcação, mas que o Grimi não passa a bola, ou erra o passe, ou que o Saleiro não tem aquela boa recepção e a frieza na finalização..."

Bad, o problema é que é mais fácil fazer o Grimi decidir depois de o Postiga ter conseguido criar aquele espaço. E ser capaz daquilo, ainda que com a colaboração do erro do defesa bracarense, é muito mais difícil do que acertar um passe ou receber bem uma bola.

Yazalde diz: "Se o futebol não fosse futebol e se fosse outro desporto onde não houvesse golos, tipo jogadas por pontos e afins, sem dúvida que o Postiga seria um grande ponta de lança.
Até me daria gozo pagar as quotas e a game box só para ver esse prodígio do futebol sem bola."

Yazalde, esta jogada até deu golo e tudo, portanto não há aqui nada de desporto por pontos ou artisticamente relevante. O argumento não é que o Postiga é bom porque faz coisas boas; o argumento é que o Postiga é bom porque faz coisas que se tornam eficazes. Acho que não percebeste isto.

PAT diz: "O Hélder Postiga preparava-se para, unica e exclusivamente, se entregar ao fora-de-jogo, uma vez mais."

Han?!?! O Postiga, se o defesa não tivesse permanecido atrás dele, não iria continuar a correr para a frente. Depois da troca de posição, continuou a aproveitar a profundidade porque percebeu que o podia fazer e fê-lo porque manda a inteligência que o faça.

"A questão é a burrice, sublinhada, do central do Braga. Aliás, da defesa toda."

Que o defesa do Braga errou, já sabemos. Mas se o Postiga tem ficado quieto, nem tinha dado oportunidade ao defesa para errar. Repara, se a troca entre o Saleiro e o Postiga não tem ocorrido, nunca o Leone tinha saído da sua posição. Há demérito óbvio do defesa, mas sem a movimentação do Postiga nunca esse demérito se manifestaria. Logo, tem de haver mérito para o Postiga, até porque não é uma coisa feita ao calhas, mas sim um movimento que qualquer avançado com formação está habituado a fazer quando um colega conduz a bola e se prepara para efectuar o passe.

"Se o Leone tem parado em linha, num lance que se via rápido, e tem segurado ali a defesa, o Postiga ficava fora-de-jogo e o Saleiro ficava ao lado dele."

Mas quem é que te disse isso? O Postiga e o Saleiro fariam a mesma movimentação precavendo-se do fora-de-jogo, trocariam de posições mas talvez não explorando tanto a profundidade. Isto porque o segredo está na troca de posição simples, que é algo que precede o facto de o Leone estar mal colocado. Trocar de posição é algo que se faz nestas situações, independentemente do comportamento do adversário. Neste caso, suscitou um erro grosseiro. Noutros casos, pode só causar desorientação. Depende. Mas faz-se sempre e foi o que causou o erro.

Nuno disse...

"O golo só existiu porque ele se foi juntar aos colegas, e ainda por cima junta-se mal, deixando uma parte do campo totalmente vazia, e que era onde ele devia estar."

Isto é estúpido. Estás a dizer que o Leone sentiu saudades do Moisés e foi para perto dele? É que só pode. Qual é que achas que foi a razão para o Leone ter ido para ali? Eu respondo: a movimentação do Postiga. Se não fosse a movimentação do Postiga, nunca o Leone tinha saído dali. Portanto, se o golo foi causado por o Leone ter ido para junto do colega, o facto do Leone ter ido para junto do colega foi causado pelo movimento do Postiga.

"Parecia um defesa central da escola primária, a correr atrás do jogador, sem saber onde estava. Um simples compasso de espera e tinha recebido o passe do Grimi calmamente e tinha saído a jogar."

Isto também é estúpido. Como é óbvio, o Grimi só efectua o passe porque percebe que o Saleiro ficou sozinho. Se o Leone tem permanecido quieto, o Grimi nunca passaria a bola como passou. Ou esperaria que aparecesse rapidamente outra solução, ou procurava lançar o Postiga mais em profundidade, ou continuava com a bola.

PB, quanto ao facto de este tipo de coisas não acontecer a jogadores que foram treinados pelo Jesus, não me parece que seja assim tão claro. O David Luiz já cometeu erros bem parecidos. O lance que poderia ter dado o segundo golo ao Leiria, por exemplo, é fruto de algo muito parecido, com o David a permitir uma avenida ao Pateiro por se ter lembrado de ir atrás do Carlão. Aliás, creio que este lance tem mais de desconcentração individual do que de problemas posicionais. Muito provavelmente, o Leone comporta-se zonalmente na grande maioria dos lances.

Nuno disse...

Só mais uma coisa, PAT. Aquilo que tu dizes ser burrice do Leone, e que eu concordo, é o comportamento defensivo dos centrais de, pelo menos, 4 ou 5 equipas da Primeira Liga. Logo, o tipo de movimentos que o Postiga fez causará problemas parecidos em, pelo menos 4 ou 5 equipas deste campeonato. Isto para não falar das restantes equipas, que não serão "comidas" tão facilmente, mas que estarão sempre mais desconfortáveis com os avançados a trocarem de posição do que com eles quietos. Logo, é uma arma muito útil para o Sporting e algo que não deve, de maneira nenhuma, ser desvalorizado.

Pedro disse...

Tenho que concordar com o Nuno, o Postiga força o erro do Leone. Acho q isso é evidente. Mas tb é evidente que se Leone não se deixasse "enganar" e mantivesse a posição o movimento do Postiga seria inócuo e provavelmente caíria em fora de jogo.

PLF disse...

Em defesa do Postiga (pois também me lembrei que a sua iniciativa poderia tê-lo colocado fora de jogo e estive particularmente atento a esse pormenor), já agora acrescento que pela forma miserável como o Grimi estava a conduzir a bola (entre cada toque dava 10 passadas) era absolutamente impossível perceber quando sairia um passe vertical.

Portanto, como tinham de efectuar aquela troca posicional para oferecer opções de jogo (nomeadamente um apoio vertical), a desmarcação faz todo o sentido.

E mais, ele nunca esteve fora-de-jogo o que também é de relevar. Isto é, admitir-se-ia que ele tivesse que abrandar se verificasse que o Leone não estava a segui-lo, mas com o adversário tão perto e manifestamente atrás do Moisés, só tinha de continuar a correr.

Também essa decisão foi boa. E isso é notório quando, depois do passe, se virou para o Saleiro e continuou o seu movimento em direcção à baliza.

Petinga disse...

Aquilo que me parece que muitos iluminados tambem nao perceberam é que isto, por si só, nao faz do Postiga um avancado excepcional. Ninguém escreveu isso e ninguém pensa (seguramente) isso. Sobretudo porque neste lance, se o Postiga estivesse apenas preocupado com a baliza, a última coisa que teria feito era correr na direccao dos outros defesas do Braga. Bastava ter a infeliz ideia de correr a direito pelo corredor central (como fez o Liedson no lance do Hungria-Portugal) para estragar tudo: o Leone tinha ido atrás dele pelo meio, o Saleiro ficava sem hipóteses de desmarcacao, o Grimi continuava a trotar com a bola até eventualmente ser obrigado a fazer um compasso de espera, tentar um 1x1 (e perder inexoravelmente a redonda) ou outra asnice qualquer.

É isso que me parece estar aqui em discussao. O facto de os jogadores nao precisarem (e nao DEVEREM!) procurar sempre brilhar sendo eles a receber a bola, a passar, a finalizar, mas utilizarem a sua movimentacao SEM BOLA para favorecerem outros colegas e desorientarem a equipa adversária.

Nuno, fica-me apenas uma dúvida: porque é que o Derlei conseguia ser tao melhor complemento para o Liedson no ataque do Sporting do que o Postiga?

E já agora: será que nunca foi feito um trabalho sério para melhorar a sua finalizacao, que me parece ser a grande pecha deste jogador (e o factor que exaspera qualquer adepto)?

PB disse...

Oh Nuno, tou aqui a ver o Sporting... Eu percebo o q gostas no Postiga, mas porra... (acabou de acontecer aquela situação de 2x1 q ele faz um passe p fora do campo), o q de bom ele tem é claramente insuficiente para as lacunas todas. N consigo gostar dele.

Nuno disse...

PB, por essa ordem de ideias, também não podes gostar do Moutinho. É que 5 minutos antes, queria cruzar e pôs a bola fora do estádio, quase. Mas mesmo nesse lance não sei o que acusas ao Postiga. O passe não é mal feito. Acho que houve um desentendimento entre ele e o Saleiro. Ele esticou um pouco mais de maneira a que o defesa não fosse capaz de cobrir o lance e o Saleiro pudesse finalizar sem oposição, embora ficasse obrigado a finalizar cruzado, de pé esquerdo. O problema foi que o Saleiro estava à espera de um passe mais curto, para dominar e finalizar depois ou para finalizar de primeira com o pé direito. Como tal, não arrancou tão prontamente e quando o fez ficou desenquadrado. Não há propriamente um mau passe, mas um desentendimento, que é normal acontecer. Não me parece honesto, sequer, apontar isso a um jogador que, por norma, é muito bom nessas situações, ainda para mais minutos depois apenas de ter feito um tabela muito boa com o Saleiro, soltando-o para este cruzar, numa situação de grau de exigência muito superior.

Leaodeveracruz disse...

O Postiga é muito mau e ponto final!!

Nuno disse...

Tens razão, Leaodeveracruz. Estupidez a minha de demonstrar que ele é bom. Aliás, estupidez de todos os que demonstram alguma coisa. O mundo deveria ser dos que têm impressões não justificadas. Esses é que percebem das coisas. Sabedoria, pelos vistos, é achar que as coisas são como são, embora não se saiba bem porquê. O que faz de um sábio mais ou menos uma pessoa tão inteligente quanto um babuíno.

João disse...

o saleiro e o grimi pouco têm a ver com o que levou ao golo n acho ser bem o que se passou. grimi faz de facto uma arrancada rapidissima a aproveitar o espaço que tinha e depois um bom passe e o saleiro executa-o bem, já vi mtos falarem mais fácil. Bem que toda a movimentaçao de outros sem bola possa ter sido decisiva acho que temos tb d dar mérito a estes dois jogadores

Pedro (Raga) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cacifo disse...

olha o Liedson a calar-vos a boca...
Cherbakov

pedro disse...

Nuno és um grande parvalhão,burro de merda e não gostas de futebol de certeza!! então mais vale ter o postiga q o liedson? estupido de merda...

Nuno disse...

Pedro, obrigado pelos elogios. Ser invectivado por alguém de tão insigne carácter e com tão verbosa eloquência é um privilégio. Em relação ao futebol, tenho o defeito de gostar, isso sim, em demasia de um jogo que está formatado para servir as necessidades fisiológicas dos medíocres. O meu problema é gostar de um jogo que, se fosse o que pessoas como tu pensam que é, era só um desporto como outro qualquer, mais parecido com uma luta de galos.

Em relação ao Liedson e ao Postiga, ninguém calou a boca a ninguém. Sempre se disse que o Liedson marcava mais golos. O que se disse é que, apesar disso, a equipa é menos forte com alguém que marca mais golos porque faz menos bem outras coisas. Agora começa um bom teste a essa teoria. O Sporting de Carvalhal ganhou os jogos todos desde que o Liedson se aleijou. Vamos ver, agora que o Liedson voltou, como vai ser o desempenho da equipa.

Outra coisa engraçada e sobre a qual ninguém parece querer interessar-se é que o Postiga, esse que é tão mau porque não marca golos, foi o principal responsável pelo golo do empate do Sporting ontem, ao encontrar o Moutinho em situação privilegiada, permitindo ao médio do Sporting solicitar Veloso. Com Liedson em vez de Postiga, nunca o Sporting tinha feito o primeiro golo.