quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Previsões de Ano Novo

Em futebol, fazer previsões sem as justificar é algo que parece muito pouco interessante. Nem foi nunca algo que me cativasse. Fazer previsões é, desse ponto de vista, como dar palpites, como tirar à sorte. Interessa, sobretudo, saber que fundamentos levam alguém a predizer algo. Este espaço foi sempre um espaço de fundamentos, um espaço mais preocupado com os processos que conduzem a uma determinada conclusão do que com a conclusão em si. Ainda assim, porque esta é uma altura em que é costume fazer-se este tipo de coisas, farei as minhas previsões, anunciando de antemão que a elas, embora só por quatro ou cinco linhas justificadas, presidem razões e convicções profundas.

1. Vencedor do Campeonato Português: Benfica. Acredito que este é o ano dos encarnados e acredito nisto mais ou menos desde o início da prova. A boa prestação do Braga até aqui tem ensombrado, de alguma maneira, a boa prova da equipa de Jorge Jesus, com percalços aqui e ali justificados pelo facto de se ignorarem os melhores princípios da equipa, mas a segunda parte do campeonato será o derradeiro teste à turma da Luz. O embate com o Porto, além de mostrar que o Benfica não vinha em decréscimo de produção, terá mostrado finalmente que a equipa de Jorge Jesus é o mais sério candidato ao título.

2. Vencedor do Campeonato Espanhol: Barcelona. Está tudo em aberto e o Real Madrid conseguiu um início de campeonato muito bom. Não foi tão assertivo quanto o Barcelona, ganhando vários jogos com muito sofrimento, mas conseguiu, pelo menos, manter-se colado ao líder. O Barcelona, no entanto, tem sido igual a ele próprio e, com o regresso em pleno de Iniesta espera-se que volte a ser regular como antes. A equipa está a jogar ainda melhor do que o ano passado e se as lesões não perturbarem a segunda metade do campeonato, o principal problema deste Barcelona, o plantel pequeno que possui, não ficará manifesto.

3. Vencedor do Campeonato Italiano: Inter. Em Itália, antevi no início da época que a Juventus era a equipa que melhor poderia fazer frente ao Inter de José Mourinho. Percorrido que está metade do caminho, a Juventus parece estar mais próxima da qualidade do Milan do que da do Inter. Assim sendo, e não me parecendo que venham a ocorrer modificações exibicionais extraordinárias, o Inter continuará a ser o único candidato ao título. Será mais um êxito na carreira de Mourinho, ainda que não coroado do brilho de outrora.

4. Vencedor do Campeonato Inglês: Arsenal. Quando o Arsenal perdeu com o Chelsea, parecia irremediavelmente afastado da luta pelo título. As últimas jornadas, com os sucessivos empates do Chelsea, colocaram porém a equipa de Arséne Wenger novamente na rota do título. Se ganhar o jogo que tem em atraso, o Arsenal fica apenas a 1 ponto do Chelsea, com a equipa comandada por Carlo Ancelotti a ter de jogar em Janeiro sem Drogba e Kalou, e tendo ainda Anelka lesionado. Com esta conjectura e a jogar o que está jogar, o Arsenal tem tudo para se impor. É a equipa que melhor futebol pratica em terras de Sua Majestade. O Manchester também terá uma palavra a dizer, mas parece-me francamente debilitado e dependerá muito dos desempenhos dos outros dois candidatos.

5. Vencedor do Campeonato Francês: Bordéus. Em França, o Bordéus não tem dado propriamente grandes hipóteses. Lyon e Marselha, os mais apresentáveis dos rivais, têm sido bastante irregulares e a equipa comandada por Laurent Blanc já leva uma vantagem considerável. Gourcuff e companhia são, também por isso, a minha aposta.

6. Vencedor do Campeonato Alemão: Bayern. O Bayern de Louis Van Gaal não começou bem, mas a recuperação é visível. Não só conseguiu o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões, como está apenas a dois pontos da liderança do campeonato. A segunda volta deverá consolidar as ideias do controverso treinador holandês e o tempo tenderá a fortalecer esta equipa. Como a concorrência no campeonato alemão não é muito forte, o Bayern, ainda com alguns deslizes, é o grande favorito à vitória final.

7. Vencedor da Liga dos Campeões: Barcelona. A minha aposta é, uma vez mais, o Barcelona de Guardiola. Seria a consumação final daquela que é a melhor equipa de sempre e o lugar no Olimpo que tanto merece. Nunca uma equipa venceu por duas vezes seguidas a Liga dos Campeões, mas nenhuma também apresentou o futebol que esta equipa apresenta. Dependerá, como é óbvio, da fortuna das lesões e da sua capacidade para se superar continuamente. Ainda assim, acredito que é o candidato que reúne melhores condições.

8. Vencedor do Campeonato do Mundo: Espanha. A Espanha é a equipa que melhor colectivo apresenta. Neste tipo de provas, é sabido, isso não chega. Quando toca a eliminar, e ainda por cima a uma só mão, os melhores nem sempre se consagram. Ainda assim, e com as melhorias que a equipa teve em termos de competitividade sob o comando de Del Bosque, é a formação que me parece melhor preparada. Ainda estamos longe da prova e em seis meses muita coisa pode acontecer. Como acontece nestes torneios, dependerá muito da forma em que os jogadores chegarem à África do Sul.

9. Participação de Portugal no Campeonato do Mundo: Oitavos de final. A Espanha deverá passar em primeiro lugar, no seu grupo, e Portugal terá a difícil missão de se apurar à frente do Brasil ou da Costa do Marfim. Nenhum dos adversários será fácil, mas numa competição deste género é difícil fazer previsões acertadas no que diz respeito a um conjunto de três jogos. Ainda assim, os campeonatos recentes mostraram que a capacidade de superação da equipa lusitana neste tipo de competição é notável. É claro que isso era com Scolari e tudo pode ser diferente agora. Tendo em conta a dificuldade do grupo, a qualidade do futebol apresentado durante a fase de apuramento e a equipa técnica comandada por Carlos Queiroz, a eliminação logo na fase de grupos não seria de espantar. Mas admito que Portugal consiga superar essa primeira fase. A partir daí, já acho mais complicado.

10. João Pereira. É um dos nomes sonantes da reabertura do mercado. Ao contrário da maioria, acho que João Pereira está longe de ser um grande lateral direito. É um jogador rápido, muito agressivo, mas tem pouco mais que isso. Chega a um grande depois de ser um dos principais protagonistas, do ponto de vista do comum adepto, do Braga. Há alguns anos, morava em Braga um lateral direito em tudo idêntico ao que é hoje João Pereira: um jogador veloz, que participava muito nas investidas ofensivas da equipa, e que era tido como o melhor lateral direito a jogar num clube que não um grande. Alguém se lembra de quem era? Na altura, ao contrário do comum adepto, achei que a sua vinda para um grande lhe tornaria visíveis as debilidades. Assim foi. Entendo que João Pereira venha a ter um destino parecido. Os seus problemas posicionais, a má leitura dos lances, as más decisões com bola são coisas que no Braga não são tão importantes. No Braga, esse tipo de problemas é algo que mais jogadores possuem. Por isso mesmo, a exigência no Braga é mais baixa. No Sporting, não terá Alans, Vandinhos, Moisés, Evaldos ou Paulos Césares com quem se comparar. Terá jogadores de maior craveira, jogadores mais perfeitos, que cometem menos erros. Os problemas de João Pereira, no Sporting, serão por isso mais evidentes. É óbvio que pode corrigi-los, mas não é algo que consiga fazer de um dia para o outro. Pode até, porque a equipa está a atravessar um mau momento, conseguir destacar-se. Quando as coisas estão mal, normalmente jogadores vistosos como ele, jogadores que fazem das suas características físicas e técnicas as suas mais-valias, são mais apreciados. Mas dificilmente conseguirá construir uma carreira sólida, regular. João Pereira não é muito diferente de Nélson, por exemplo, se bem que não tão bom tecnicamente. É um lateral ofensivo, que pode causar desequilíbrios quando apoia o ataque, mas a qualidade das suas decisões e a sua capacidade defensiva não é brilhante. Nélson durou um ano, num ano em que a equipa do Benfica pouco ou nada jogava. Depois, quando foi preciso evoluir, estagnou, cometeu erros e foi-se embora. João Pereira será assim tão diferente? A minha previsão é que não trará ao Sporting a tão desejada qualidade para a lateral direita.

Antes de acabar o ano, gostaria ainda de fazer referência a um projecto em que eu e o Gonçalo estamos inseridos há aproximadamente três meses. Os mais atentos terão talvez estranhado a ausência, há já algum tempo, de textos sobre uma determinada jornada ou sobre a generalidade da actualidade futebolística. A ausência desses textos explica-se porque todas as semanas escrevemos um texto para o jornal online "Academia de Talentos" com esse tipo de conteúdos. Aqueles que nos quiserem seguir ainda mais podem sempre procurar os nossos textos na Área Técnica do respectivo jornal. A ligação encontra-se entre as várias ligações aqui ao lado. O "Academia de Talentos" é, possivelmente, o local com mais e melhor informação sobre a actividade futebolística a nível dos escalões de formação. Nesse aspecto, a sua relevância está para além de qualquer dúvida e qualquer pessoa que esteja interessada em acompanhar o que se passa na actualidade desportiva nos mais variados escalões de formação terá interesse em consultar com regularidade o jornal. Mais recentemente, o jornal tem procurado evoluir noutros sentidos e expandir os seus horizontes. O espaço designado por "Área Técnica" reúne, por isso, textos de outro carácter e com outros conteúdos. É precisamente nesse projecto que colaboramos e, além de nós, podem ser encontrados textos de outros bloggers que, normalmente, valem a pena ser lidos, como os do Pedro Bouças e do Rodrigo Rodrigues, do blogue "Lateral-Esquerdo" ou os do Paulo Santos, do "Apenas Futebol". Fica o anúncio e o convite, claro...

7 comentários:

PB disse...

concordo com tudo. Acho apenas q o João Pereira é melhor que aquilo que referes, e q mm n sendo um prodigio, vai resolver o problema naquele lado por 4 ou 5 anos.

Ricardo Galeiras disse...

Mais um excelente texto.
Aproveito para pedir um favor, já que escreves na Academia de Talentos, pede lá á gerencia para nao acompanhar só os 3 "grandes". Há muita qualidade nos campeonatos jovens, com boas equipas e bons jogadores que só merecem destaque quando jogam com os "grandes".

Abraço e bom ano 2010

Pedro disse...

Podemos discordar algumas vezes mas respeito imenso as vossas opniões e posturas. Procuram sempre justificar as opniões dadas e não se amedrontam por ser unicos na defesa de algo q a maioria não concorda. Dou-vos muito valor por isso.

Benfica campeão. Espero que sim. Sem dúvida a melhor equipa e q melhor futebol practica. Num mundo perfeito seria campeão de caras, mas o mundo não é perfeito e temos Jorge Sousas e Olegários e Proenças q podem virar tudo. Os próximos dois jogos do Benfica serão muito importantes. Estamos no caminho certo mas ainda falta muito.

Barcelona campeão. As probabilidades são muitas mas acho que não será tão fácil este ano como no transacto. O Real é mesmo concorrência forte. A vantagem é que mais ninguem parece conseguir incomodar os dois gigantes e tendo em conta a mania da instabilidade no Real, o Barça poderá mesmo revalidar o titulo.

Inter Campeão sem qqr dúvida.

Arsenal campeão. Tenho muitas dúvidas mas seria uma lufada de ar fresco. Já que o Liverpool não consegue lá chegar seria giro o Arsenal voltar às vitórias mas penso que Ancelotti irá irritar o Mourinho ao ser campeão inglês na primeira época em Inglaterra...

Não acompanho os outros campeonatos para poder opinar mas qd o Bayern está bem ganha quase sempre não é?

Barcelona campeão europeu. Não sei. Dificil fazer essa previsão. É um forte candidato. Deixa passar esta eliminatória e ver q equipas sobram. :)

Campeonato do mundo. É uma grande aposta a Espanha. Compreendo o pq da tua escolha, fantastico europeu, uma equipa sólida com o futebol q defendes. Brasil é sempre Brasil.Itália é sempre Itália. A Argentina pode atinar (duvido)...não faço esses prognósticos.

Portugal. Acho que vai ser uma desgraça.

João Pereira. Gosto dele, sempre gostei.É melhor que qqr um q o scp tinha e vai dar um incremento de qualidade à equipa muito bom. Se é suficiente? Não sei. Espero q não. :)

Máximo disse...

Concordo com praticamente tudo. Penso que é real a hipotese do Arsenal ser campeão, mas será, parece-me, uma campeonato equilibrado. Conto sinceramente que o Chelsea se deixe ir abaixo...
Quanto a campeão do Mundo aposto Inglaterra, seguida de Brasil e Espanha. Portugal acho que será uma incognita, esperemos que positiva.

Bom ano, forte abraço

blog disse...

A taróloga Maya quer, desde já, contar com os seus serviços de futorologista :)

Bom ano !

BAD-RELIGION disse...

Boas :)

1.º Espero que seja o Benfica!

2.º o Barcelona joga muito, mas o Real não descola, até pode haver surpresas...

3.º Não que o Inter seja muito bom, os outros é que estão cada vez mais fracos :/

4.º O Arsenal também acho que vai perder jogadores para a CAN, não é só o Chelsea... vamos lá ver...

5.º Oh, o Bordeus é o novo Lyon ;)

6.º Também aposto no Bayern

7.º Na liga dos campeões é sempre dificil...

7,5.º Não falaste da única prova que realmente pedia um palpite, que é a Liga Europa, as outras são -+ previsíveis, mas esta é que é lixada ;)

8.º Não acho que seja a Espanha, normalmente que faz grandes apuramentos não costuma fazer grande coisa na prova...

9.º Já ter ido foi muito bom... LOL

10.º Finalmente alguém que acha que o João Pereira não é jogador para os grandes... já noutro blog o comparei com o Luis Filipe...

Epa, vê lá se alguém vai ver o Fábio Nunes dos juniores do Portimonense, mas que grande jogador, fiquei maravilhado! ;)

apenasfutebol disse...

Grande Nuno, antes de mais, quero desejar-te um excelente ano de 2010, depois agradecer a referência e o elogio.

Também reiterar a vontade em que nos encontremos numa bancada do Estádio da Luz, este ano vai ter que ser.

Por último, um comentário ao teu texto. Concordo com a maioria das tuas previsões. Apenas sou menos optimista que tu em relação ao desempenho da selecção nacional. Acho que ficará em último lugar no grupo.

Quanto ao Barcelona, concordo que a qualidade futebolística se mantém, contudo, penso que os "vírus institucionais" poderão deitar tudo a perder - escrevi sobre isso há dias...

Também tenho dúvidas sobre a potencial pujança do Arsenal. Creio que o Chelsea está muito forte e é a minh aposta para vencer a liga inglesa.


Grande abraço