sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O Incrivelmente Ridículo Hulk

Tem vindo a crescer, com a importância dada a Hulk no Porto, a indignação contra a forma como o futebol do brasileiro não é protegido pela arbitragem. Começou com a frase importada de uma situação passada com Mantorras, "Deixem jogar o Hulk!", e culminou com a crítica à expulsão do brasileiro na primeira jornada da Liga. Não vi as imagens do primeiro amarelo, por isso não sei com que justiça o viu. Já o segundo é bem mostrado e o único culpado da sua exibição é o próprio Hulk. Não me vou deter, porém, neste jogo e nesta expulsão. Interessa-me, isso sim, debater os protestos de Hulk e de Jesualdo Ferreira, as alegações de que o futebol de Hulk deve ser protegido.

Em primeiro lugar, o árbitro não tem que proteger ninguém. Um árbitro deve ser isento e não a Madre Teresa de Calcutá. A única coisa que tem de fazer é aplicar leis. A aplicação correcta das leis encarregar-se-á de proteger quem tem de ser protegido. Assim, os jogadores mais imaginativos, tecnicamente mais dotados, de drible curto, capazes de esconder melhor a bola, serão sempre mais protegidos, porque serão inevitavelmente travados pela força ou pela transgressão das leis. Uma boa arbitragem protegerá assim, por consequência da aplicação das regras de futebol e não por qualquer diligência de índole caridosa, aqueles que merecem ser protegidos, aqueles que não têm outros argumentos além dos futebolísticos. Ora, não é, de todo, o caso de Hulk. É aqui que começa o ridículo da questão.

Ao contrário do que se pensa e do que se afirma em praça pública, com pompa e orgulho de gente pobre, o futebol não é um jogo de contacto. Muitos dirão que futebol não é basquetebol e que pode haver contacto. A resposta a estes é simples: vão às leis! A única carga permitida é a carga de ombro. E porquê? Porque é uma carga em condições iguais, assente numa superfície de corpo idêntica e em condições de equilíbrio semelhantes. Tirando a carga de ombro, todo o contacto que, de algum modo, perturbe o equilíbrio do jogador em posse da bola deve ser punido. Quem disser o contrário, não sabe o que é futebol. Não implica isto que não possa haver contactos, que um defesa não possa tocar no avançado, que não se possa encostar nele. Pode, evidentemente. O que não pode é usar esse contacto para ganhar vantagem na discussão pela bola; não pode desequilibrar minimamente o adversário para que este execute deficientemente; não pode agarrá-lo minimamente para que perca tempo de execução; não pode, em suma, fazer nada que não seja tentar recuperar a bola. Os melhores defesas são precisamente aqueles que não fazem uso do choque, são os que têm melhor tempo de desarme, os que são mais velozes e perspicazes a ganhar posição, os que percebem mais rapidamente as intenções do adversário, os que se conseguem antecipar melhor, os que lêem melhor as possibilidades de êxito das suas acções.

Aquilo que não se percebe em relação ao contacto é que ele não é uma possibilidade em futebol; é tão-somente uma consequência. Não é permitido usar o contacto físico para ganhar posição ou para ganhar qualquer tipo de vantagem. No entanto, há e deve haver contacto. Mas apenas como uma consequência natural de uma luta saudável pela melhor posição. Para dar um exemplo concreto, dois adversários acorrem a uma bola e um deles acaba por ocupar a melhor posição em primeiro lugar. É natural que, dada a proximidade dos dois, aconteça um contacto entre eles, mas esse contacto é consequência dessa disputa de bola. Em momento algum o contacto deve ser utilizado para ganhar vantagem na disputa da bola. É - repito - apenas uma consequência natural dessa disputa. Logo, todo o contacto que não seja resultado de uma consequência natural deve ser punido.

Isto não vale apenas para os defesas. É também para os atacantes. Em diversos momentos, numa disputa entre um atacante e um defesa, o defesa consegue ocupar a melhor posição face à bola. Se o atacante usar o contacto para recuperar essa posição e manter a posse de bola, deve ser punido tal como um defesa que use o contacto para ganhar posição o deve. É aqui que entra o futebol de Hulk. Hulk, pelas suas características, não é um jogador de drible curto e não tem uma capacidade extraordinária para proteger e esconder a bola. As suas virtudes são a velocidade e a força física. Consegue evitar os adversários muito mais graças às suas capacidades atléticas do que à sua capacidade técnica. Não é, por isso, um jogador que evite o choque. Ele é até uma das suas maiores armas. Assim sendo, a principal razão para que as suas lamentações não façam qualquer sentido é que aquilo de que se queixa é precisamente aquilo que lhe permite ser o que é.

Hulk queixa-se que os defesas não o deixam jogar quando é ele quem, pelo seu estilo de jogo, promove o contacto, quando é ele quem precisa dos duelos físicos para impor o seu futebol. Queria o quê? Que saíssem da frente e não o perturbassem? O futebol é um jogo para futebolistas, não para camiões TIR. Para progredir individualmente com a bola não basta metê-la para a frente e passar por cima de quem se coloca no meio do caminho. Hulk queixa-se também que os árbitros lhe assinalam muitas faltas. Maior parte delas são, de facto, falta. Mais uma vez, parece que queria que fossem criadas leis especiais em que só era falta quando fosse cometida sobre ele. Resulta disto que Hulk me parece não ter noção de quão ridículo é. O seu futebol vive da força e não me parece que o consiga perceber. Julga-se Maradona, certamente. Mas tem pouco a ver com o astro argentino. É que esse levava porrada porque saía do meio de três adversários com a bola controlada sem lhes tocar. Hulk sai do meio de três adversários pondo a bola para o lado e correndo ou deitando-os abaixo. O seu futebol vive da força e precisa até dela. Como tal, maior parte dos lances são disputados no máximo, sendo por isso muitas vezes impossível fugir ao contacto. É natural, por isso, que cometa muitas faltas, porque joga no limite, e que muitas vezes vá ao chão, porque tenta furar, sem arte, por onde nem Maradona se atreveria a passar. A única protecção de que Hulk necessita, portanto, é a de poder passar a entrar em campo conduzindo um carro blindado. Seria certamente mais difícil derrubá-lo.

Se o incrível Hulk me parece incrivelmente ridículo ao julgar que não o deixam jogar, já Jesualdo me parece desonesto. Fala em "falta de coragem para aplicar as leis" e imagina que Hulk esteja mesmo a ser prejudicado. O que queria Jesualdo? Que os adversários se pusessem em fila e abrissem o mais possível a defesa para não incomodar o brasileiro. O futebol não é um jogo de contacto, mas um jogo de posição. Os defesas têm por competência ocupar, a cada instante, a melhor posição possível de modo a vedar o caminho da baliza ao adversário. Se, por acaso, o adversário tem um tipo de futebol que consiste em tentar passar por cima dos outros, os defesas não têm a culpa. Ainda não vi nenhuma entrada à margem das leis sobre Hulk que não tivesse sido punida condignamente, ainda não vi entradas para aleijar sobre o brasileiro, ainda não vi nada que não fosse a normal função de um defesa. Hulk é que julga que é um comboio. E Jesualdo ajuda, fazendo "Puh-puh, pouca terra, pouca terra..."

24 comentários:

Nuno Silva disse...

Incrivelmente ridículo é este teu comentário ao Hulk e à arbitragem.

Pareces o Paulo Bento a falar "e aos jogador maus...cortamos-lhes as pernas?".

Mas é esse futebol que tú gostas de ver?

Futebol joga-se com pé e bola... football... a falta é um recurso ou um acidente... pode ser usada mas tem que ser punida!

Porque, aplicando a mesma lógica se derem multa de 500€ a um tipo que rouba 1M€ ele vai andar a roubar com lucro... é isto que acontece no futebol português.

Vale a pena partir a perna ao Anderson, porque nada acontece, nem amarelo... vale a pena rasgar um ligamento ao Hulk, porque também não é expulso!

E se alguém pára uma jogada perigosa e não é advertido vai continuar a fazê-lo... e depois acabamos a jornada e temos apenas uma vitória, uma giga de empates a 0 e meia dúzia de golos. ISTO É FOOTBALL?

Não temos nada que defender os bons jogadores... temos que defender o FOOTBALL!!!

(desculpem... mas tinha este blog em melhor conta que isto!)

Batalheiro disse...

Não percebi o comentário do Nuno SIlva.

Há cerca de um ano atrás fiz o prognóstico que daí a 3 anos o Hulk ou estava no Paços de Ferreira (ou semelhante) ou no Brasil.

Mantenho o meu palpite.

O se existe alguma coisa de "incrivel" em Hulk é que consegue a proeza de ser mais estúpido do que o Di Maria.

No entanto é um jogador adorado pelos media e público em geral.

Enfim, foi também nos media que eu ouvi, durante o jogo Sporting vs Braga, que "para se progredir no terreno tem de se jogar a bola no espaço, e não no pé".

Credibilidade da imprensa desportiva portuguesa = zero

Joel disse...

"Mas é esse futebol que tú gostas de ver?"
Não, ele gosta é de ver boxe...

"se alguém pára uma jogada perigosa e não é advertido vai continuar a fazê-lo... "
Mas quem é que disse o contrario?

"para se progredir no terreno tem de se jogar a bola no espaço, e não no pé".
Epa..nao da para ouvir os jogos sem comentarios?uma opçao qualquer

PS: Um amigo meu diz-me: Moutinho nao presta porque nao tem corpo (esta é uma bem metida..)qualquer dia vamos falar que um jogador nao presta porque nao tem penteado

MB disse...

Joel indica ao teu amigo a altura e peso de Iniesta/Xavi (nem preciso de chegar ao Messi).

BIBOFCP disse...

Nem de propósito...neste teu comentário esta exemplificado como é facil transformar um super herói num vilão. Pegas a questão pelo lado k mais te convém e transformas o hulk no mau da fita. Nunca ninguem disse k o hulk não comete um elevado numero de faltas, nunca ninguem disse k o hulk não exagera nos protestos. O jesualdo foi o primeiro a admiti-lo ao referir k isso sao questões k tem de ser trabalhadas junto do seu jogador para k no futuro nao suceda com tanta frequência. Agora usar isso para omitir k os adversários em determinados jogos fazem do hulk um saco de pancada é algo desonesto da tua parte. Aconcelho-te a estares mais atento. Como sou amigo, deixo aqui um link com os videos dos lances que envolveram o Hulk nos jogos arbitrados pelo xistra. Agora é que vamos ficar a saber se nao usas umas palas.

http://videos.sapo.pt/LyhkFogtbWAw0olrF46D

Numa dessas entras mandaram o fiteiro do hulk 8 jogos para o estaleiro, mas é só festinhas ,evidentemente k a culpa é do hulk LOOOOL

Nuno Silva disse...

No meu penúltimo posta em "a mesa redonda" (www.amesaredonda.blogspot.com) escrevi:


Hoje consumou-se a renovação e melhoria do contrato do Hulk. Fica agora acom contrato até 2014, com certeza o melhor ordenado do plantel e uma clausula de rescisão de 100M€.

Foi dificil mas conseguiu-se: o Porto teve que corromper os vários árbitros e jogadores de outras equipas para também darem porrada ao Hulk!? É verdade. Tentaram resolver o problema à moda do Adriano, mas não conseguiram encontrar o Hulk às 6h da manhã à porta de nenhuma discoteca, em vésperas de treino… vai daí tem que ser porrada em campo!

Como se viu, as negociações já decorrem desde a época anterior e nem com uma roptura de ligamentos o atleta cedeu, por alturas de Junho. Teve o Porto ainda de se certificar recentemente que os próprios àrbitros não o deixariam jogar, nem sequer mostrar-se frustrado mesmo quando atacado violentamente pelos adversários.

Só assim o tipo percebeu que se não renovasse, por lesão ou por castigos disciplinares, não iría jogar de forma alguma... e portanto, nunca arranjaría um colosso europeu que o comprasse.

Ainda bem. Assim o tipo lá cedeu a renovar e ainda por cima temos a garantia que a pancadaria vai terminar, pois já não é mais necessária.

E tudo isto sería muito mais fácil se ele fosse um gajo de grandes farras e noitadas até às tantas da matina!

Pedro disse...

Excelente análise Nuno. O futebol é um jogo de contacto mas como bem dizes desde que esse contacto não impeça o adversário de jogar a bola.

Gostava de ver o Hulk a levar tanta porrada como leva o Aimar...já tinha dado audiências com o Cavaco e tudo.Isto tudo são jogadas tipicas do fcp. A intenção é exactamente essa, de obrigar os árbitros a punirem qqr sopro perto do Hulk. Já fizeram isso, com todo o sucesso, com o Deco e agora é com o Hulk. Tudo a preparar mais uma transferência milionária que só metade entra nos cofres do clube e ao fim de um ano ou dois nunca mais se ouve falar do jogador...

Mais ridícula fica a situação qd temos o exemplo do Bruno Alves, quiçá o maior caceteiro após Paulinho Santos, a jogar no mesmo clube e que já tinha videos bem interessantes na net...

BIBOFCP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BIBOFCP disse...

Sr Pedro, eu até nem sou grande fã do bruno alves, prefiro um central mais elegante, do genero de um ze castro ou de um r.carvalho por exemplo. Essa imagem do caceteiro só nao se desvaneceu aos olhos de quem vê futebol com oculos coloridos. Antes da chegada do jesualdo era um jogador mt conflituoso, descontrolado e maldoso, mas isso mudou... hoje é um jogador diferente, foi ganhando maturidade, e está um jogador diferente. È agressivo, é duro, mas é leal, e para quem tiver duvidas basta ir ver o registo disciplinar nos jogos europeus. Para quem apreciar o estilo(eu nao aprecio) é um dos melhores centrais do mundo dentro desse perfil, só nao vê kem nao ker!

Yazalde disse...

Alguns dos melhores defesas centrais da história do futebol mundial:
Nobby Stiles; Claudio Gentile; Giuseppe Bergomi; Terry Butcher; Oscar Ruggeri; Billy Bremner; Stefan Effenberg. Entre outros. Consta que davam palmadinhas e carinhos nos avançados contrários, eram tipo bailarinas - o protótipo do verdadeiro futebol, natural e originário.
Trocava qualquer um desses tipos por 4 defesas (copinhos de leite) do actual Sporting.
O futebol na sua origem descende do rugby. este mantém as suas premissas originais, no futebol é que há uns tipos que há falta de maradonas ou cruijff querem fabricá-los e toca a adulterar a essência do jogo para uma coisa mestiça algures entre o futebol e o bailado.

humanista disse...

subscrevo por completo o post. O hulk é um jogador banal que sobrevive muito à custa da imprensa e ao facto de a maior parte das defesas e treinadores em portugal serem burros. Aliás os números dele dizem tudo, bem como a exibição do porto contra o nacional, que foi melhor que aquelas em que o hulk esteve em campo.

Nuno Silva disse...

Perguntem ao At. Madrid se o Hulk é um jogador banal!

Yazalde: Por acaso o futebol não descende o Rugby... ambos descendem de um jogo mais antigo que ainda é jogado em alguns colégios Britânicos mais elitistas. As divergências entre os praticantes que queriam mais regras ou menos regras deu origem a 2 desportos levando quase ao abandono da prática segundo as regras anteriores. Aprendi isto na minha ida de férias a Manchester, durante uma festa tradicional em que jogaram precisamente esse jogo... desculpem mas não me recordo no nome.

Humanista: essa história de o porto jogar melhor sem Hulk, não colhe. O facto é que em 6 jogos sem hulk todos foram vitórias. no entanto para jogos de dominio e controlo do jogo em todas as suas vertentes como o com o Nacional, o Hulk é menos preponderante. Nos jogos em se dá o domínio ao adversário para poder sair em contra golpe ele é essencial.

da mesma forma: o que é melhor uma grande moto de pista, ou uma grande moto de cross... depende de onde fores andar de mota.

apenasfutebol disse...

Qualquer dia os jogadores são obrigados a andar de laçarote rosa na cabeça...

Esta história do Hulk é uma verdadeira palhaçada.

O texto do meu amigo Nuno está, como é hábito, brilhante! Apenas acrescentaria na parte final que a imprensa toca o sino para o comboio passar...

humanista disse...

"no entanto para jogos de dominio e controlo do jogo em todas as suas vertentes como o com o Nacional, o Hulk é menos preponderante. Nos jogos em se dá o domínio ao adversário para poder sair em contra golpe ele é essencial."
Posso subentender que defendes que o porto deve variar a sua maneira de jogar de acordo com o adversário. Para mim o futebol não é assim e defendo que o porto ganha mais em não ter o hulk do que em tê-lo, uma vez que apresenta uma maior capacidade de posse de bola e de decisão correcta sem ele em campo, independentemente do adversário, para mim isso de dar o dominio ao adversário é balelas de quem não consegue meter a equipa a jogar à bola. Cumprimentos

Pedro disse...

"Perguntem ao At. Madrid se o Hulk é um jogador banal!"

Por esse prisma tb podemos perguntar ao United se o Beto é um jogador banal...

João disse...

Na análise ao jogo com o Paços escrevi isto sobre o Hulk no monosdabola.blogspot.com: como o Hulk é protagonista neste Porto e também neste blog com posts a pedir para deixarem jogar o Hulk acabei por estar atento à sua exibição. Do que vi, Hulk tem maior probabilidade de se lesionar nos treinos com Bruno Alves do que num jogo como este. Os defesas realmente estão lá e cortam as jogadas, umas vezes em falta, outras vezes não. Como em atletismo só há uma modalidade com barreiras pode ser que faça uma certa espécie ver o Hulk com defesas pela frente... De resto também o vi a fazer umas faltas e ser-lhe mal assinalado um fora-de-jogo pelo mesmo fiscal que assinalou um mal ao Paços aos 92min. Deixem jogar o Hulk, mas deixem jogar também os defesas que o tentam marcar.

BIBOFCP disse...

Neste blog ah tanto preconceito em relaçao ao hulk k ainda vao dizer k ele era o motorista k conduzia o carro do pinto da costa k atropelou um reporter hoje ah saida do tribunal

PTM disse...

o que o Jesualdo queria pedir/dizer mas não teve coragem foi para apitaram os lances do Hulk da mesma forma que apitam para o Saviola

*sopra* *sopra*

WorldUltra disse...

http://worldultra1993.blogspot.com/

Nuno disse...

Antes de mais, queria pedir desculpa por não responder atempadamente. O período de férias manteve-me afastado destas lides e só agora me foi possível discutir o que aqui foi comentado.

BiboFCP diz: "Aconcelho-te a estares mais atento. Como sou amigo, deixo aqui um link com os videos dos lances que envolveram o Hulk nos jogos arbitrados pelo xistra. Agora é que vamos ficar a saber se nao usas umas palas."

O vídeo é ridículo. Há apenas 3 lances em que não é assinalada falta. Um deles é uma disputa de cabeça e não me parece que tenha nada a ver com proteger artistas. O segundo era falta, mas o terceiro ninguém lhe toca. 1 falta por assinalar parece-me uma coisa normalíssima. Quanto aos lances dos cartões, não há um que merecesse mais do que foi mostrado. Quanto ao último lance, só pode ser a gozar. Hulk perde a posição, empurra e ceifa o adversário. Tem de ser expulso. Não entendo onde é que está a falta sobre ele...

"Neste blog ah tanto preconceito em relaçao ao hulk k ainda vao dizer k ele era o motorista k conduzia o carro do pinto da costa k atropelou um reporter hoje ah saida do tribunal"

Penso que não. O Hulk tem o hábito de tentar atropelar tudo e todos, mas tanto quanto sei só a jogar futebol. A conduzir consta que é um rapaz normal.

Yazalde diz: "O futebol na sua origem descende do rugby. este mantém as suas premissas originais, no futebol é que há uns tipos que há falta de maradonas ou cruijff querem fabricá-los e toca a adulterar a essência do jogo para uma coisa mestiça algures entre o futebol e o bailado."

O futebol é futebol, não é rugby. Também consta que o futebol descende de um jogo primitivo em que a bola era uma cabeça decepada. Parece-me que se modificou ligeiramente, não? No futebol, o contacto não é permitido. Infelizmente, para muitos idiotas, o futebol serve como uma manifestação de testosterona e pensam que o vigor físico é muito importante.

humanista diz: "O hulk é um jogador banal que sobrevive muito à custa da imprensa e ao facto de a maior parte das defesas e treinadores em portugal serem burros. Aliás os números dele dizem tudo, bem como a exibição do porto contra o nacional, que foi melhor que aquelas em que o hulk esteve em campo."

O Porto é muito mais equipa sem o Hulk em campo. Agora, com ele novamente, os desdobramentos ofensivos voltarão a ser poucos e a principal ideia será explorar a capacidade individual dele.

João diz: "Os defesas realmente estão lá e cortam as jogadas, umas vezes em falta, outras vezes não."

Obviamente. Como com qualquer outro jogador. Repito: ainda não vi ninguém a agredir o Hulk e a não ser punido. É natural que o aparato com Hulk seja maior porque o rapaz tenta levar tudo à frente e acaba por dar grandes trambolhões...

BIBOFCP disse...

Oh nuno, desculpa lá, mas tu por acaso vês os jogos tds do Porto para dizeres o que dizes acerca do Hulk? É que esse tipo de comentários demonstram precisamente o contrario. Eu já disse mais acima, mas só focaste o que te interessou, sou o primeiro a admitir que o hulk faz demasiadas faltas, mas tb sofre bastantes. Resumir o jogo dele a atropelos é um argumento no mínimo redutor.

Nuno disse...

BIBOFCP, é evidente que o jogo dele não se resume a atropelos. Mas o jogo dele assenta no físico e,.por isso, é natural que vá mais vezes ao chão. O que eu não vejo é maldade ou quando a vejo é punida convenientemente.

António Pista disse...

O regresso de um Benfica demolidor e do Águia de Ouro marcam a actualidade blosférica...

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

OiluT disse...

Não concordam que o Domingo Desportivo deveria regressar à antena da RTP?

Assinem se concordarem e...divulguem!

http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2009N374