quarta-feira, 3 de junho de 2009

Os Melhores da Temporada

Fica, como é hábito no fim de cada campeonato, a selecção dos melhores desta temporada, na minha opinião...

Guarda-Redes: Beto
Defesa Direito: Fucile
Defesa Esquerdo: Alonso
Defesas Centrais: Sidnei e Daniel Carriço
Médio-defensivo: Fernando
Médios-ofensivos: Lucho Gonzalez e Izmailov
Extremos: Reyes e Rodriguez
Avançado: Lisandro Lopez

Treinador: Jorge Jesus

Suplentes:

Guarda-Redes: Bracalli
Defesa Direito: Vasco Fernandes
Defesa Esquerdo: Tiago Pinto
Defesas Centrais: Rodriguez e Bruno Alves
Médio-defensivo: Katsouranis
Médio-ofensivos: Hugo Leal e Pablo Aimar
Extremos: Vukcevic e Fábio Coentrão
Avançados: Nené

Treinador: Jesualdo Ferreira

13 comentários:

JFC disse...

concordo com a maior parte dos jogadores mas parece-me escusado colocar o Vuk e o Fucile, apesar de serem dos melhores a actuar em Portugal, nesta escolha já que quase nao jogaram. Depois, Jesualdo deveria ser a primeirissima escolha e não Jesus. Nota tambem para a não inclusão de Meireles em detrimento de Hugo Leal e...Aimar. Sem por em causa a qualidade do argentino, é exageradissimo por Aimar numa escolha de "melhores do ano".

Abraço

Refutador disse...

Boas, Nuno e Gonçalo

Sou leitor assíduo do EntreDez há um ano e até já comentei um ou dois textos, sobre o pseudónimo de "Refutador100". Antes de me pronunciar sobre este, gostaria de dizer que considero o EntreDez o melhor blogue de futebol da actualidade, a par do "JogoDirecto" e do "Falemos de Futebol". Opiniões polémicas, mas muito bem fundamentadas, com conteúdos interessantes e inovadores. Parabéns pela originalidade e pelo modo invulgar como vêem este desporto, numa sociedade cada vez mais ignorante, no que ao futebol diz respeito.

O meu onze ideal desta Liga, em 4-4-2 losango, é o seguinte: Beto (Rui Patrício); Maxi (Vasco Fernandes), Carriço (Sidnei), Rolando (Rodriguez) e Cissokho (Alonso); Fernando (Katsouranis), Raul Meireles (Ruben Amorim), Moutinho (Lucho) e Luís Aguiar (Aimar); Lisandro (Liedson) e Nené (Cardozo).

Compreendo todas as tuas escolhas, com excepção do Fucile, que pouco jogou esta época, e a do Hugo Leal (um jogador com qualidade a mais para a Trofense, é certo), mas que penso que não se exibiu ao nível do Nuno Assis ou do Rui Miguel, por exemplo.

Saudações desportivas.

NUNO RAMOS disse...

Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

http://armazemleonino.blogspot.com

para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc... visite!

Nuno disse...

JFC, percebo as tuas discordâncias. O Vuk, de facto, jogou pouco, mas o pouco que jogou fez do Sporting uma equipa radicalmente diferente. Ainda assim, acho que jogou o suficiente para se poder avaliá-lo em pé de igualdade com outros jogadores. O Fucile o mesmo. A diferença entre ele e o seu substituto foi tão astronómica que isso tem de ser tido em conta. Quanto a Jesualdo e a Jesus, percebo. Mas Jesualdo teve um início muito tremido e Jesus uma campanha fantástica na Europa. Pesa tanto como a segunda volta, embora por norma se dê mais valor ao que acontece no fim. Quanto à não menção de Meireles, deve-se a um problema que não consigo resolver. A táctica utilizada é um 433 com dois médios-ofensivos. Como médio-defensivo, Meireles não é tão forte quanto Fernando ou Katso e praticamente não jogou aí. Como médio-ofensivo, falta-lhe talento e criatividade, embora lhe sobrem outras coisas. Fez uma grande época, muito mais regular que Aimar e Hugo Leal, mas não é o tipo de médio que me encha as medidas. É, quando muito, um médio de ligação, correcto no passe, bom tacticamente, disponível fisicamente. Mas falta-lhe imaginação, capacidade de improviso, espontaneidade, brilhantismo. E tanto Aimar como Hugo Leal tiveram momentos brilhantes que contaram nesse sentido. O Raul Meireles é um jogador que está no máximo das suas potencialidades e esse máximo é inferior ao que Aimar, por exemplo, fez em 3 ou 4 jogos. Só por isto.

Refutador, saúdo o regresso. Obrigado pelos elogios. Para o Entre Dez, é sempre um prazer comentários tão bem gizados. Muito sinceramente, é de comentários como os teus que este espaço se deveria fazer. Como podes perceber, este é um apelo a uma maior assiduidade da tua parte nesta caixa de comentários. :) Quanto ao que dizes, sim, poderia ter mencionado o Rui Miguel, o Nuno Assis ou o Luis Aguiar. Também não mencionei o Moutinho, por exemplo, ou o Ruben Amorim. Para ser sincero, os médios ofensivos foram os que me deram mais trabalho a escolher. O Aimar, porque esteve associado a quase tudo o que o Benfica fez de bom a nível ofensivo, ainda que tenha sido pouco, merecia ser mencionado. Quanto aos outros, eram 6 ou 7 para um lugar. Escolhi o Hugo Leal como poderia ter escolhido qualquer um desses, ou ainda o Silas, o Zé Pedro ou o Ruben Micael. Foi uma opção.

Cumprimentos

JFC disse...

uno entendo perfeitamente o teu argumento. Creio mesmo que para o Porto dar o salto para um nivel europeu falta (entre outras coisas) alguem que ao lado de Lucho tambem pense o jogo. Meireles é um jogador com um grande espirito de sacrificio e abenegação. é um jogador so called "à porto", mas para compensar tanta "transpiração" falta ao raul um bocado mais de "inspiração". Mesmo assim, considero que ele merecia um destaque. Comparando a raZão entre produtividade e talento de Meireles com Hugo Leal (para nao ir ao Aimar) é justo que ponhamos em causa esta tua opcção.

Mas como o futebol não é matemática, nem algo que se pareça como queria o doido do Lobanovsky, é compreensivel a tua escolha.

Refutador disse...

Nuno,

Agradeço as palavras elogiosas e queria só acrescentar que tentarei, no futuro, deixar a minha contribuição nesta caixa de comentários com maior assiduidade, já que me identifico com muito do que aqui se escreve.

Sobre as vossas escolhas, também acho que Aimar merece um lugar, pelo menos nos suplentes. É um jogador extraordinário, que esteve associado à melhor produção ofensiva do Benfica este ano, apesar da irregularidade. É daqueles jogadores que terá sempre lugar numa equipa que jogue de forma minimamente colectiva. É um pouco como Romagnoli ou Nuno Assis, com as devidas distâncias qualitativas.

Só um aparte. Não sei se assistiram ontem à derrota de Portugal no Torneio de Toulon, mas gostaria de saber a vossa opinião sobre o Tengarrinha, o Ruben Lima e o Rabiola. Não os conheço muito bem e, como seguem as camadas jovens, talvez me possam dizer alguma coisa sobre eles.

Saudações desportivas.

Ricardo disse...

Beto (Moreira)
Fucile (Maxi)
Alonso (Tiago Pinto)
Alves e Carriço (Maicon, Sidnei e Miguel Vítor)
Fernando (Katsouranis e Bruno China)
Amorim e Lucho (Meireles, Izmailov, Moutinho, Ruben Micael e Aimar)
Reyes e Rodriguez (Diogo Valente, Coentrão, Vukcevic)
Cardozo (Nené, Lisandro, Liedson, Wesley)

Nuno disse...

Refutador, ainda não tive oportunidade de ver nenhum dos jogos do torneio de Toulon e conheço mal qualquer um dos jogadores. O Ruben Lima, contudo, pareceu-me sempre um jogador seguro e, caso evoluísse, uma boa solução. Os outros conheço muito mal. O Tengarrinha só o vi uma vez esta época e não gostei muito. Teria de vê-los mais vezes para me poder pronunciar correctamente.

Cumprimentos

Sadeek disse...

Nuno...Aimar e Reyes?! Não será um pouco forçado a entrada destes nestas listas? Demasiado irregulares para a qualidade que têm e que deviam ter apresentado...quanto ao resto, nada a dizer. E não, não vou puxar do assunto Liedson para aqui... ;)

Abraço

Nuno disse...

Sadeek, percebo o que queres dizer sobretudo em relação ao Aimar. No que diz respeito ao Reyes, não creio que tenha sido tão irregular quanto isso e não estou sequer a ver outro na posição dele que tenha feito tanto como ele. O Vuk esteve a um bom nível, mas ainda foi mais irregular, tendo em conta que jogou pouco. Quanto ao Aimar, já procurei explicar o critério. A regularidade não foi um critério de decisão. O Aimar não foi tão regular como jogadores como Ruben Amorim, Moutinho, Meireles, etc., mas teve alguns bons momentos, sempre relacionados com o que de bom o Benfica fez esta temporada. Como a mediocridade não é algo que aprecie, não poderia escolher jogadores pelo índice de regularidade apresentado. O pouco que o Aimar fez a um grande nível foi melhor que qualquer coisa que o Meireles fez, ao longo da época, ainda que tenha sido mais regular. Às vezes, gosta-se de premiar uma época pela regularidade exibicional. Não concordo nada com isto. Maior parte dos jogadores que não conseguiram ser regulares devem-no às equipas em que estavam inseridos. É por isso que o Queiroz não percebe que o Tiago ou o Moutinho, ainda que não tenham feito épocas mais regulares que o Raúl Meireles, são muito mais importantes que o jogador do Porto na selecção e podem dar muito mais que ele à equipa.

PB disse...

"É por isso que o Queiroz não percebe que o Tiago ou o Moutinho, ainda que não tenham feito épocas mais regulares que o Raúl Meireles, são muito mais importantes que o jogador do Porto na selecção e podem dar muito mais que ele à equipa."

só agora li este comentario. Tenho exactamente a mm opinião. Até o escrevi À bem pouco no lateral esquerdo.

O Queiroz parece ter enlouquecido, n?

Sadeek disse...

Nuno...ok...já percebi o critério. É a qualidade do que apresentaram e não a quantidade que "premiaste" aqui. De qualquer maneira acho que, de facto, apresentaram (especialmente o Aimar, concordo em absoluto) demasiado pouco para o que deviam.

O Meireles...enfim...acho que é realmente sobrevalorizado. Ninguém lhe tira a capacidade de luta (mas o Moutinho não lhe fica atrás neste aspecto) mas falta-lhe a inteligência dos outros dois que referiste. Enfim, sao critérios. A meu ver, errados, mas é no que o homem acredita. No fim faremos as contas...

Abraço

rui disse...

Eu pergunto: o meireles será assim tao sobrevalorizado..assim de repente só nos ultimos dois jogos que ele fez (selecçao e taça) foram dele os passes para golo...se isso não é sinonimo de qualidade o que será? E o passe para o lisandro na taça nao revela inteligencia? Na albania ha um lance em que ele aparece em frente ao guarda-redes...nao foi sinal de inteligencia ele perceber onde se devia ter movimentado naquela acçao? Muito sinceramente nao percebe a vossa análise...

Ruibonga