terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Os erros de Clichy

O Arsenal perdeu este fim-de-semana em casa com o Manchester United e terá dado um passo atrás na luta pelo título inglês. Reiterando uma vez mais o que dissemos em relação a outros deslizes nesta época, o Arsenal não foi de maneira nenhuma inferior ao seu adversário e as causas da derrota são muito mais individuais do que propriamente colectivas. Vou ser sincero. Se estivesse na pele de Wenger, tenho impressão que entrava em campo após o terceiro golo, pegava no Clichy por uma orelha e conduzia-o ao balneário. Depois, na segunda-feira, arranjava maneira de lhe pagar a indemnização devida e dispensava-o. Era capaz também de lhe dizer que era demasiado burro para jogar futebol. Clichy já fora o principal responsável pela derrota frente ao Manchester City, na primeira volta, mas desta vez superou todas as expectativas. Ter responsabilidades directas nos três golos do Manchester United é obra. Vamos aos lances.



No primeiro golo, destaque mais que evidente para o trabalho notável de Nani e para a parvoíce de Almunia, outro que não tem qualidade suficiente para um clube com as ambições do Arsenal. Há, no entanto, no início do lance, um posicionamento defeituoso que permite a Nani aquela brincadeira. Clichy, tendo ajuda de um colega, preocupa-se mais em evitar que Nani chegue à linha do que em fechar o meio. O resultado é o mais óbvio, quando do outro lado está alguém com a habilidade do português. O que Clichy deveria ter feito era dar um passo atrás, assegurando que o espaço entre si e o colega era impenetrável. Com isso, obrigaria Nani a ir para a linha e, nessa altura, poderia fechar e tentar evitar o cruzamento. Ao ignorar isto, posiciona-se mal e permite que Nani faça o que fez. Sem querer tirar mérito a Nani, a jogada acontece apenas porque Clichy não tem neurónios. Esta foi, no entanto, a jogada em que o erro foi menos grave. Fica a faltar o mais interessante.

O segundo golo do Manchester começa num canto a favor do Arsenal. Park consegue colocar a bola em Rooney, que era o jogador mais avançado do Manchester United, e Clichy, que só tinha atrás de si um colega e está a ver todo o lance de frente, encosta-se em Rooney. Quando o avançado inglês recebe e protege a bola, colocando-a junto à relva e começando a ter companheiros em quem soltar de frente, Clichy só tem uma coisa a fazer: falta. A partir do momento em que Rooney consegue dominar a bola, o contra-ataque torna-se uma possibilidade. Clichy, estando encostado a Rooney, só tem que parar a jogada em falta. Não há nada que saber. Uma vez mais, a irresponsabilidade do francês faz com que o Manchester consiga fazer o contra-ataque e o segundo golo torna-se assim possível. O melhor está, no entanto, guardado para o fim.

O terceiro golo, então, é algo que, por mais que se veja e reveja, não faz sentido e algo que faz pensar na possibilidade de o cérebro de Clichy ter ficado esquecido no balneário. Um alívio da defesa do Manchester que nem por isso foi bem feito origina, após uma má recepção de Denilson, um contra-ataque conduzido por Park. Clichy, que ficara para trás, é o último homem. Em vez de tentar travar o coreano, encurtando-lhe o espaço e obrigando-o a tomar uma decisão o quanto antes, Clichy recua estupidamente em direcção à sua baliza, talvez com medo de um eventual passe. Park não se fez rogado e foi por ali fora, finalizando à vontade. O engraçado da situação é que o Manchester, ao passar o meio-campo, não ficou com uma situação de um para um, mas com uma situação de um para zero, porque Clichy simplesmente se esqueceu que existia e que estava a jogar futebol. Um golo ridículo e uma derrota ridícula, causada por um jogador ridículo. Mais uma vez, o Arsenal acaba por perder um jogo por erros individuais de alguns dos seus atletas. Clichy já fora responsável na derrota com o Manchester City; Sagna foi-o contra o Chelsea; Traore foi-o no empate com o Everton. Com tantos erros individuais e com tantos jogadores sem categoria na retaguarda, o Arsenal está condenado a não conseguir os seus objectivos. O extraordinário futebol ofensivo que a equipa pratica, e que, mais uma vez, pôs em água a defesa do adversário, de nada serve quando se cometem tantos disparates. O Arsenal fica assim mais longe do título e, muito honestamente, apesar de admirar o futebol que pratica, só posso reconhecer que, dada a presença de certos jogadores na equipa, tem o que merece.

P.S. Outra coisa que fica evidente é que, ao contrário do que se pensa, um lateral é tão importante como outro jogador qualquer. Quando o mesmo é muito mau, toda a equipa se ressente. Tal como acontece com qualquer outro jogador. Aquela ideia de que se podem adaptar laterais a torto e a direito porque é uma posição de menor responsabilidade ou que joga a lateral aquele que não tem lugar noutra posição, pelas mesmas razões, não faz sentido. A responsabilidade é igual para todos, seja a posição qual for. Não deixa também de ser engraçado que um texto a deitar abaixo um lateral venha a lume no mesmo dia em que outro lateral, de seu nome Grimi, fez uma exibição absolutamente pavorosa. Só não foi pior que Liedson.

28 comentários:

Bruno Pereira disse...

boas!

Antes de mais concordo contigo, a defesa do Arsenal ( GR incluido ) é tiros nos pés uns atrás dos outros.

A razão do comentário tem a ver com o ultimo lance.

Qual deveria ter sido o comportamento do Clichy ?

Contenção para retardar ao máximo a progressão de Park e dar tempo para que os seus companheiros recuperassem ? sim sem duvida.

Agora... a partir do momento em que não pressionou Park desde o inicio, fica ali uma enorme duvida.

Na minha opinião, ele deveria ter feito algo parecido com o que fez ( no fim ) que era pressionar a ultima da hora, pela linha de passe para o atacante mais proximo.

E isto porque? porque numa situação de 2v1+gr, o pior que pode acontecer para a defesa é o avançado com bola fixar o defesa e o GR num poste, oferecendo a bola ao atacante livre para finalizar a vontade.

Se o Clichy tivesse pressionado Park pela linha de passe para o jogador mais próximo, a acção de PArk estaria condicionada só e apenas ao remate, facilitando o trabalho ao GR.

Pressionando tarde e a más horas, e sem cortar a linha de passe, Park tinha como opção rematar para qualquer um dos lados ( foi para o lado mais perto, porque o GR fechou mal o angulo próximo ), e ainda passar a bola para os jogadores que vinham atrás.

A minha questão aqui é : O que achas que ele devia ter feito ?

Contenção fechando em 1º lugar a linha de baliza, ou fechando em 1º lº lugar a linha de passe ?

Abraço!

Pedro Fernandez da Silva disse...

Queria só deixar 2 notas breves.

No primeiro lance, creio que o maior erro está no companheiro que vem pressionar depois do clichy. O clichy estava em contenção ao nani e o jogador que vem depois é que deveria ter feito a cobertura e ocupado aquele espaço, coisa que não fez.

A outra tem a ver com o segundo golo e com os muitos erros que os jogadores da defesa do arsenal cometem repetidamente. É evidente que têm cometido alguns erros estúpidos mas a grande verdade é que a forma errónea e deficiente como o arsenal defende expõe constantemente os jogadores ao erro sendo por isso natural que errem mais que o normal. Caso o arsenal defendesse de forma correcta e equilibrada não tenho a mínima dúvida que grande parte destes erros não teriam sequer chance de ocorrer. Como tal creio que esse factor é sim o mais relevante na incapacidade do arsenal lutar pelo título.

cumprimentos

Pedro disse...

Nada a apontar aos erros de Clichy mas acho demasiado exagero culpar apenas e só o jogador pelas derrotas do Arsenal. De certeza q outros tb falharam em ambos os jogos, quer na defesa quer no ataque.

Em relação ao P.S., querem ver q o Liedson é o culpado da goleada???

Joel disse...

acho demasiado exagero culpar apenas e só o jogador pelas derrotas do Arsenal.

querem ver q o Liedson é o culpado da goleada???

Estas em contradiçao

Pedro disse...

Joel fiz uma pergunta tendo em conta o q o Nuno pensa do Liedson.
Onde está a contradição?

o lado do futebol disse...

Lances polémicos da semana.

Veja e dê sua opinião:

http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/02/lances-polemicos-da-semana-de-sua.html

Estão interessados em fazer troca de links com o meu blog?

Depois digam alguma coisa.

Abraço

BAD-RELIGION disse...

Tive a ver um resumo deste jogo e o Arsenal só não perdeu por 5 ou 6 porque os avançados do Manchester se fartaram de falhas, em situações de 2x1 e 2x2 e algumas quase de 1x0... Não acho que o Clichy seja o culpado da derrota, pode não ter estado bem aqui e ali, mas também há que dar mérito ao Nani no primeiro golo, confesso que também não esperava que ele fizesse aquilo, pelo menos da maneira que fez...

É impressão minha ou o Vermaelen é a cara chapada do Vidic? LOL

Peyroteo disse...

Pois, estava a ler o texto e estava a pensar no Grimi, que é simplesmente patético como jogador...

Nuno disse...

Bad-Religion, isso não e bem assim. Aliás, na primeira parte o jogo estava a ser taco a taco, com oportunidades tanto de um lado como do outro. A diferença é que o Manchester criava oportunidades devido aos erros do Arsenal, sobretudo de Clichy, enquanto que o Arsenal tinha mesmo de fabricá-las. E as oportunidades do Manchester foram quase todas pelo lado esquerdo. Só pus aqui os golos, mas há bastantes mais lances em que o Clichy falhou. Das 4 boas oportunidades do Manchester até ao primeiro golo, o Clichy tem responsabilidades directas em 3 delas: numa deixa fugir o Nani sem razão aparente e noutras duas fecha muito mal o meio, deixando passar o Nani pelas suas costas numa delas e pelo meio, noutra. Na segunda parte, o Manchester faz o terceiro muito cedo e a partir daí jogou em contra-ataque. Nessa postura, tiveram algumas boas ocasiões para dilatar a vantagem. Mas não é menos verdade que o Arsenal também não tenha tido. Em termos de oportunidades, acho que foi tudo muito equivalente, portanto não faz sentido dizer que o Manchester podia ter goleado. Ou melhor, faz tanto sentido como dizer que o Arsenal podia ter goleado.

Quanto ao Vermaelen, acho-o muito, mas muito melhor que o Vidic. É bem mais controlado, em termos de ímpetos.

Pedro, o Clichy foi responsável pelos três golos e também por outras, pelo menos, 3 oportunidades que não resultaram em golo. Contra o City, estava o jogo empatado a 1 bola e o Clichy é responsável pelo 2º e pelo 3º golo. Matou o jogo. Como não é o responsável directo? A equipa está a jogar bem, a crescer, e de repente um erro compromete tudo. Claro que não é exagero culpá-lo. Então quando é o culpado dos 3 golos, nem há conversa.

Quanto ao Liedson, foi o pior em campo. Não é responsável pela goleada, porque houve mais responsáveis. Mas é um dos principais responsáveis pela incapacidade do Sporting em trocar a bola, precisamente o que faltou à equipa para se conseguir soltar no jogo. Anunciámos aqui a diferença que era jogar com Postiga em relação a Liedson. O que é verdade é que, sem Liedson e com Postiga, o Sporting ganhou todos os jogos e, mais do que isso, estava a crescer enquanto equipa, estava a jogar melhor, a ter mais posse de bola, etc. Com Liedson, não só perdeu os 2 jogos, tendo sido humilhado num deles, como não jogou a ponta de um chavelho. Coincidência? Claro que não. E, além disso, há uma agravante. Quando o Liedson é o modelo a seguir pelos companheiros e só faz merda, como é que se pode esperar que o resto da equipa jogue bem à bola? Quando o pior em campo é o paradigma, é natural que o resto se ressinta. O Liedson pode não ser o responsável pela goleada, mas a sua presença em campo, além de nefasta para a qualidade de jogo da equipa, é como que contagiosa. Enquanto o Sporting tiver o Liedson, nunca há-de voltar a ser um grande.

Nuno disse...

Bruno Pereira, no terceiro lance, o Clichy deveria ter corrido imediatamente para perto do Park e fechado o lado, esperando pelos colegas. Não o fez e esse foi o principal erro. Mas, depois de permitir que ele continue com a bola e havendo agora linhas de passe, é sempre preferível fechar a linha de remate e obrigá-lo a passar do que deixá-lo ir em frente, para finalizar à vontade.

Pedro Silva, não concordo com o primeiro lance apenas porque o Clichy ignora completamente o meio e está demasiado em cima do Nani. A partir do momento em que tem ajuda, ele, porque é o mais recuado, é que tem de fazer a cobertura, deixando ser o colega a morder os calcanhares ao avançado. Era o Clichy que tinha de salvaguardar o espaço entre eles. O problema é que a contenção do Clichy não é bem contenção, porque ele está demasiado perto do Nani. De qualquer modo, há muito mérito do Nani e isso retira gravidade à abordagem do Clichy.

De resto, concordo contigo em relação à forma como o Arsenal defende. A linha defensiva e a zona não me parecem minimamente trabalhadas e os jogadores são, muitas vezes, deixados ao abandono da leitura que fazem dos lances. Acho que isso é verdade. No entanto, nestes lances não se trata de nada disso, tal como não se trata disso nos lances que apresentei do Traore, de pelo menos um dos lances que apresentei do Sagna e dos lances que o Clichy protagonizou frente ao City. Nestes casos, para não irmos mais longe, são erros estritamente de leitura individual dos lances, sobretudo o segundo e o terceiro golo. Não está aqui em causa a forma desequilibrada como o Arsenal defende, mas a má interpretação da jogada por parte do Clichy. Não perceber que tem de fazer falta no segundo lance e que tem de atacar o portador da bola no terceiro são erros de leitura do jogador, são coisas que deveriam estar aprendidas desde os escalões de formação e coisas que deviam de ser praticamente intuitivas. Não é nada sequer que se possa trabalhar, são burrices.

Cumprimentos

BAD-RELIGION disse...

"Quanto ao Vermaelen, acho-o muito, mas muito melhor que o Vidic. É bem mais controlado, em termos de ímpetos."

NAHH, estava mesmo a falar nas "trombas", acho-os mesmo igualzinhos, das 2 ou 3 vezes que mostrou o Vermaelen eu pensei mesmo que era o Vidic LOL

Assim como o De Ceglie é igualzinho ao protagonista do Efeito Borbuleta :)

Pedro disse...

E o Recoba é igual ao guitarrista dos System of a Down
hehehehe

Bruno Pinto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Pinto disse...

Concordando com algumas coisas que aqui o artista Nuno - o verdadeiro animador de circo - diz (o que não invalida que 90 % seja asneira da grossa), tenho uma observação a fazer:

Gostava de um dia poder ter a sublime oportunidade de o ver estar dentro de um relvado (ou seria pelado?) a jogar futebol...


LOLOLOLOL.. Hilariante ler este gajo. E não venhas dizer para eu argumentar. Como tu próprio já disseste aqui em baixo: "Pessoas com opiniões ridículas são tontinhos. E aos tontinhos deve-se apenas dar-lhes um bocado de plasticina e mudar-lhe a fralda de vez em quando. Mais nada."

Continua sempre assim, por favor. LOL

Refutador disse...

Nuno,

Sei que já explicaste o teu ponto de vista, mas continua a parecer-me abusivo dizer que o Clichy é o principal responsável pelo primeiro golo do Manchester United. Quando a bola vai para o lado direito do ataque, ele é o jogador mais próximo do adversário e a lógica diz que ele deve aproximar-se e fazer a contenção, por forma a esperar pelo recuo de um colega. Foi o que ele fez e, quanto a mim, esteve bem; o colega que o vai ajudar é que cometeu o erro, pois deveria ter-se posicionado para realizar a cobertura e não para tentar ganhar a bola. Just my two cents.

Nos outros dois lances, concordo completamente com a vossa visão e ainda com a opinião do Pedro Silva sobre a deficiente organização defensiva do Arsenal.

Sobre o Clichy, acho que tem bons argumentos ofensivos, mas, de facto, é pouco inteligente a abordar os lances e a posicionar-se. Esse, aliás, é um problema comum aos laterais do Arsenal, nomeadamente o Sagna, o Traoré e o Gibbs.

Ah, e também acho o Vermaelen um central de grande qualidade.

Saudações.

Nuno disse...

Monsieur Homais, eras capaz de ter uma surpresa...

Refutador, talvez tenha a ver com a concepção que faço da zona. Para mim, Clichy tinha de ficar em contenção, os centrais deviam ter basculado e aproximar-se e já não era necessário que o colega que chega ali fosse para trás do Clichy realizar cobertura. Assim sendo, era o colega quem devia ir morder os calcanhares ao Nani, ficando o Clichy em contenção, à espera que o Nani saísse do drible para o desarmar. Assim, nem os centrais realizaram cobertura, nem o Clichy nem o colega se cobriram um ao outro, tendo os dois o mesmo comportamento em relação ao Nani. Como não concordo muito com trocas de funções neste tipo de lances, da mesma maneira que não concordo que, quando um central sai a uma linha, é o trinco quem deve ocupar o seu lugar, não vejo as coisas desse modo e, portanto, vejo o erro de outra forma. Mas concedo o teu ponto.

J-B52 disse...

proximo post : '' Os erros de David Luis ''

Nuno disse...

J-B52, já estou farto de bater no ceguinho. Todas as semanas o rapaz prova que não é o jogador que querem que seja. Neste fim-de-semana, não foi só aquele disparate, quando está sozinho e pode fazer tudo o que quiser com a bola, e acaba por fazer uma rosca. Foi tudo o resto. Erros atrás de erros. Aliás, o David Luiz é, neste momento, o responsável directo por o Benfica ter mais 5 golos sofridos que o Braga.

Fernando disse...

E Clichy volta a fazer asneira no segundo golo do Chelsea... E infelizmente ou felizmente só vi os golos.

Realmente não há paciência para tanta estupidez.

O que é certo é que o Clichy não pode, de forma alguma, ser o único responsável da quantidade surpreendente de derrotas que o Arsenal tem contra as melhores equipas... Existem problemas colectivos a nível defensivo que não podem ser só devido a algumas individualidades.

Cumprimentos.

J-B52 disse...

So espero que ele se aguente com este nivel quando jogar contra o FCP.

Tenho uma questao, alguem sabe se o Hulk pode jogar na Champions ?

PAT disse...

Nao nao nao nao...

Se ele me vem agora dizer que o arsenal perde com o chelsea por erros individuais vai tudo abaixo.

Ele e do mais parcial que ha na blogosfera. Aqui ha tempos, num golo do saleiro, ele escreveu maravilhas do quao bonito era ter dois avançados com escola e que o golo resultava de uma diagonal sublime do postiga, e nao de erros defensivos dos defesas do braga. Porque? Oh, porque se tivesse sido o liedson a marcar ja era a defesa do braga que era uma miseria.

O arsenal perdeu? oh, coitadinhos, que jogam tao bem e atacam de forma tao bonita... se nao fosse o clichy ou o sagna estavam isolados em primeiro, que injustiça, o meu arsenal...

Ridiculo. O que se passou, tanto contra o braga, como contra o chelsea, foram erros defensivos. So tinhas a ganhar se o defendesses, mas se o fizeres desta vez nao vais ser condizente com comentarios anteriores. Mas claro que toda a gente sabe que encontras sempre um detalhe pequenissimo mas super importante para ti, que muda tudo a teu favor. Enfim...

O que se passa aqui e que o arsenal so poderia ser um verdadeiro candidato se, com um futebol tao atacante e tao bonito, levasse 2 golos mas marcasse 3. Se nao marca, e uma equipa desequilibrada, fraca, pois nao sabe defender e equipas que nao sabem defender nao sao, NUNCA, grandes equipas. O Braga, por sua vez, e a defesa menos batida do campeonato mas que aqui e ali vai cometer erros que podem prejudicar a sua campanha, dando o campeonato ao benfica mais cedo do que e previsivel.

NOTA PARA TODA A GENTE : E que tu es tao egoista nas tuas opinioes que ate chamas aos comentarios dos teus leitores BOLAS AO POSTE, nunca sao, desde o teu ponto de vista, GOLOS. Claro, porque tu e que tens sempre razao, nos nao percebemos patavina, nao e?

Chama as coisas pelos nomes pa.

Mas atençao, gosto de ler o blog, acho que esta bem conseguido, no geral. parabens.

Nuno disse...

Fernando diz: "Existem problemas colectivos a nível defensivo que não podem ser só devido a algumas individualidades."

É verdade, existem. Mas se a qualidade individual fosse melhor, essas debilidades colectivas eram menos visíveis. O Clichy, assim como o Traore, não tem categoria para jogar no Arsenal. O Gibbs é o melhor e, por ser jovem, pode ser que venha a ser bom. Além do lateral esquerdo, o Arsenal tem ainda outros dois habituais titulares que não têm categoria para uma equipa com a ambição do Arsenal, o Almunia e o Denilson. Dou o desconto ao Sagna, pois a atacar é forte.

Agora, o Arsenal, tendo em conta os problemas defensivos de teor colectivo que tem, perdeu maior parte dos jogos contra as melhores equipas esta época por causa de erros individuais. Contra o Chelsea, na primeira volta, estava a massacrar quando o Sagna se lembrou de perder o cérebro. Contra o City, o Clichy deu de bandeja a vitória a uma equipa que estava completamente encostada às cordas. Contra o Manchester, novamente o Clichy, num jogo que estava a ser jogado taco a taco. Na primeira volta contra o Manchester, o Arsenal teve azar e foi manifestamente prejudicado pelo árbitro. Mas são muitos jogos em que alguém compromete de forma decisiva. Este ano, ao chegar Vermaelen para o lugar de Touré, o centro da defesa até ficou bem melhor. Mas as laterais, em termos defensivos, são buracos, o guarda-redes é fraquinho e a aposta em Denilson não faz sentido, quando o Song é bem melhor e o Diaby oferece coisas bem mais interessantes.

O Arsenal pratica o melhor futebol da Europa, a seguir ao Barcelona. Não sendo, em termos defensivos, uma equipa extraordinária do ponto de vista colectivo, não é inferior, por exemplo, ao Manchester, ou ao Real Madrid. Em termos defensivos, têm princípios pouco trabalhados, mas não muito diferentes de outras grandes equipas de topo. A principal diferença está na utilização de jogadores que, francamente, não têm qualidade nem para uma equipa de meio da tabela em Inglaterra. E isso é o suficiente para que não consigam ser competitivos para poderem ganhar o campeonato.

J-B52, creio que o Hulk, para mal do Porto, pode jogar na Champions.

PAT, que comentário tão histérico. Vai lá tomar um calmante e depois volta.

Nuno disse...

Quanto ao jogo desta semana, só vi o resumo. No segundo golo, o Clichy aparece mal posicionado, mas como não vejo o lance desde o início, não sei se não vem a recuar, a tentar recuperar posição. De qualquer forma, não tendo visto o jogo, não sei de que modo é que o segundo golo ou a exibição do Clichy pudessem ser as causas da derrota. Talvez sim, talvez não. Não sei. O que sei é que, noutros jogos, nomeadamente contra o Manchester a semana passada e contra o City, na primeira volta, o Clichy foi decisivo e, caso não fossem as suas argoladas, o Arsenal provavelmente ganharia os jogos.

PAT disse...

Ah, ok. Calmante. Contra fatos nao ha argumentos, nao te censuro.

J-B52 disse...

Expulsao do J Pereira aos 5min.. este rapaz deve ter batido com a cabeça antes de entrar em campo ! Como e que e possivel um gesto destes aos 5min???????

E o Liedson a ralhar com o Pongolle quando o brazuca nao propunha nenhuma soloçao. Miseravel como pessoa este Liedson.

J-B52 disse...

ui ui

J-B52 disse...

Tenho que admitir : bom golo.

BAD-RELIGION disse...

Grande João Pereira ! LOL O Sporting cada vez se afunda mais, agora parece que no fim da época todos os jogadores são "vendiveis". É triste, quando até se tem bons jogadores, é pena é o resto ...